MeU aLéM ...

Minha foto
Santa Catarina, SC, Brazil
Baiana e Escorpiana nata, 32 anos. Essa sou Eu, simples e transparente... Basta conhecer... Não estou aqui para induzí-los, quero que me vejam com olhar sincero, pq quero ser Eu mesma... Isso basta! Para chegar onde estou, Eu subi alto, caminhei o bastante. Fui a lugares impossíveis, mas não fui hoje, fui ontem. Não preciso de roupas belas. Não uso máscaras para fingir o que sou para agradar. Eu encanto pela minha essência, sorriso e olhar... "Faria tudo de novo".

segunda-feira, 6 de junho de 2011

_Livre de um sentimento de culpa!

Momento errado e palavra certa ‘distância’.
Tenho sempre sentimentos puros, mas nunca escrevi sobre você aqui.
Tento peneirar todos os momentos bons que vivi ao teu lado, afinal primeiro relacionamento assumido é complicado.
Quando penso em você, penso em um vazio.
Você deixou vago o meu coração, fez um buraco.
Pensando que eu iria me afundar nas emoções.
Mas tenho o meu valor, você teve todo tempo, e ainda teve o mais valioso que foi o meu amor. E não deu valor!
Sempre preferiu a sua insegurança, seu medo, suas feridas.
Que culpa tive eu disso tudo? É o mesmo que perguntar: E agora José?
Pois é, e agora José?
O que eu penso disso tudo?
_Pois é, o relacionamento acabou e eu estou mais madura, mais segura, e mais fiel comigo mesma.
Porque sempre fui verdadeira com os meus sentimentos.
E você, será que foi?
Pensamentos me levam a pensar que perdeu a grande chance de amar.
Mas quem sou eu para julgar.
Eu nem sei o que me levou a falar isso aqui. Mas tenho a certeza que foi a minha segurança, e os meus valores.
E se, nunca escrevi sobre você aqui é porque realmente não era pra ser, FOI.
Foram momentos mágicos, que mudaram meu viver, meu pensar e meu amar.
Amar a mim mesma, isso me fortaleceu bastante.
Porque querendo ou não sempre me culpei por nosso relacionamento não ter dado certo, mas dessa vez eu entendi. Não tenho que me culpar por nada. Porque fiz de tudo para ser feliz ao teu lado... Mas é uma questão de escolha, livre-arbítrio.
E você escolheu os seus medos, suas inseguranças e seus traumas.
E eu, escolhi ser feliz, por amar demais, a mim...
Não sei se você vai chegar a lê isso, também não escrevi para você lê. E sim tira desse meu peito esse sentimento que existiu, e que me sentia culpada, e que hoje não me culpo mais.
E onde quer que esteja te desejo muita paz... Amor e felicidade! \o/





Nenhum comentário:

Postar um comentário

dO.eU.aLéM